Uma menina chamada Rita

Ei…Rita a que ponto voce chegou ? quem foi voce e o que voce é agora? sinto muita pena de voce Rita…voce era tão feliz…tão viva..amava a vida e acreditava nos sonhos…as pessoas gostavam de ficar perto de voce,sua energia e fé era contagiante..mas,agora Rita você não serve pra nada..é um peso…voce é dor e tristeza…como lamento que voce tenha si tornado isso..como doi ver alguem como voce,se tranformar assim…morrer assim…

Poxa Rita eu queria poder te ajudar…queria poder recuperar,resgatar de algum lugar a sua essencia e voce assim pudesse voltar a vida,ser segura e forte como você era antes…como eu queria Rita reescrever sua historia,apagar esse capitulo e te libertar dessa prissão…ah Rita se eu pudesse te proteger de tudo isso,eu colocaria voce em um lugar seguro,longe dessa opressao na alma e perto da menina que voce era antes…
Voce sempre se definiu com “feliz por natureza”…por que a alegria era sua companheira,mesmo em momentos dificies,voce sabia que podia superar,enfrentar a vida …o riso era seu melhor amigo…agora todos te abandonaram…a alegria,o riso,a felicidade,a esperança e a força…todos se foram e deixaram a tristeza,o medo, a dor…agora sua natureza é outra..sua natureza mudou e ser feliz não é mais naturalmente uma parte de sua da sua alma…
Lembra Rita como você tinha sonhos,ambições?…lembra do seus planos de ter um projeto pra resgatar a auto estima das mulheres?…ah Rita tudo ficou pra traz…perdido…como você  vai ajudar resgatar nos outros o que em você ta morto?…Sabe,eu sempre soube que só uma grande tragedia pra te parar,mas,eu sempre pensei que uma tragedia maior que perder a sua mãe não iria acontecer com você..mas,aconteceu…algo infinitamente tragicamente maior..e isso te parou…parou teu mundo,teus sonhos e colocou em ação um lado seu que você nao conhecia…uma lado confuso…solitario…um lado introspectivo e pensativo…um lado que não tem sonhos,mas,pesadelos…pesadelos que não dormem e se movimentão dia e noite…
Eu poderia dizer que ser feliz quando tudo vai bem,ter coragem e força em momentos bons é muito facil….mas,sei que não era assim com voce…eu sei tudo que você ja passou…acompanhei sua infancia e conheço seu historico familiar..sei os traumas que seu pai causou a voce e a seus irmãos…sei do sofrimentos da sua mãe..da vida sofrida que ela teve e da morte prematura….sei dos seus desafios pra sobreviver em Brasilia…e sei especialmente do quanto voce sofreu e lutou depois daquela noite de novembro de 1996,quando tiraram sua filha Victoria dos seus braços te causando anos e anos de luta e sofrimento…mesmo diante de tudo isso,você seguiu firme…caindo e levantando rapido e se recompondo pra continuar  a luta,pois você tinha certeza da sua vitoria…lembro que tudo foi muito dificil..lembro do quanto você chorou,gritou de dor e quase enlouqueceu…o que te manteve firme e viva Rita nessas ocasiões?acredito que a possibilidade de mudar sua historia e a certeza de vencer os desafios,afinal havia esperança,por que só pra morte não tem esperança…poxa Rita…é isso…agora você esta diante de uma situação onde a morte foi o fim de um sonho…então não tem como voce que sempre foi querreira lutar…orar…sonhar…não a nada que posso ser feito e mudado…não ha motivação…você não tem saida…
Sinto muito….sinto muito minha linda…vem cá…deixa eu te dar um abraço…te colocar no colo…desculpa,mas,não sei como posso te ajudar…não sei o que fazer pra te resgastar do fundo do poço…na verdade minha querida…nem sei se tem como sair desse buraco…ele é muito fundo…vir você outras vezes nessa situação,mas,me lembro que o buraco era bem mais raso e estava na penunbra,mas,agora ele é profundo e é totalmente escuro…preto….sem luz…
O que você espera que eu faça por você?como posso colar seus pedaços?…poxa…mas,esses pedaços colados ficaram com as marcas da cola e marcados…não vai resolver pois você vai continuar “tricanda” cheia de marcas e sem beleza…essa restauração não será completa,sempre ficará evidente que você foi quebrada…masacrada…humilhada…
Não estou vendo saida…não sei por onde comecar…talvez o teu regaste não seja possivel…talves esse seja seu fim….cada um tem uma historia,e já vi muitas pessoas envelhecerem amarguradas e infelizes como você estar agora…talvez aquela pessoa que você sempre teve medo de se tornar…mal amada e recalcada é o que você estava destinada a ser…pode ser Rita…sei lá…não sei muito…alias descobrir que não sei nada…nada posso…não tenho respostas..só pergutas,assim como você…
O que eu posso fazer pra te ajudar…como podemos enfrentar essa Rita?
E ai meninas o que podemos fazer pra ajudar Rita sair do fundo do poço?
email
Primeiros passos

…E quando peguei a chave do carro meu coração disparou mais uma vez…a ideia de sair de casa,dirigir e ir aos lugares onde fui gravida,me dar crise de ansiedade e falta de ar…a Vick estava me esperando no shopping,há uma semana prometi a ela que iria com ela fazer algumas compras pra ela levar pra o Brasil…sabia que não seria facil,mas,precisava fazer isso,afinal ela é minha filha tambem e precisa de  mim…mas,mesmo ciente disso foi inevitavel o desepero e as lagrimas…corri para meu marido e o abracei,como um pedido de socorro e proteção…ir as compras que sempre foi um prazer pra mim,agora era uma tortura…
..Então pedi socorro…liguei pra minha amiga Elisangela e disse que precisava dela,precisava que ela me acompanhasse ao shopping pois estava dificil pra mim…não conseguia parar de chorar e mal respirava…mas,tinha que esnfrentar,daqui ha alguns dias o Stuart vai voltar a trabalhar e eu precisarei enfrentar a vida…
…Respirei fundo e fui…já entrei no carro chorando.. a ultima vez que dirigir foi no dia 31 de março,e eu tinha comigo,na minha bariga meus dois bebes….foi dificilimo…fui chorando todo o caminho…fiquei com dor de mim…da minha dor e da minha infelicidade…lamentei o que me tornei…uma fraca…assutada…estranha…já não me conheço e odeio a pessoa que me tornei…uma pessoa com medo da vida…achei o mundo la fora muito grande..veloz…e eu me sentia pequena e insignificante…

Bom…conseguirmos fazer as compras…eu tentei me manter concentrada nas escolhas das roupas,mas,minha mente sempre fugia e a angustia queria tomar de conta…tentei me controlar,mas,teve uma hora que achei que iria desabar em lagrimas…respirei fundo…comi minha barra de chocolate com a Elisangela e seguimos em frente…
…E como diz o programa dos alcoolatras anominos…UM DIA DE CADA VEZ…

Elisangela minha amiga,obrigada por você esta de volta em minha vida e está disponivel e disposta a me ajudar nesse momento tão dificil da minha vida…

Ainda não…desculpa

Uma das horas mais dificies do dia pra mim,é quanto preciso ir na comoda pegar roupa pra trocar o Chris e encontro duas peças iguais…sinto uma angustia terrivel…uma vontade de gritar..quebrar tudo que ta a minha volta….esperava que a Monica vinhesse passar uns dias aqui comigo e ela iria cuidar de separar essa roupas e devolver uma tantas outras,mas,ela ficou doente e não pode vim ainda…a Katia se ofereceu pra devolver,mas,não consigo fazer essa separação…a morte deveria levar consigo toda a burocracia e essas coisas terriveis que ficam pra gente administrar e que nos causar muita dor…
Desculpem meus amigos,minha familia por não atender o telefonemas de voçês…me perdoem,entendo que vcs tambem estão sofrendo,mas,ainda não consigo…não quero falar…falar doi…
Estou indo…vivendo de qualquer jeito…ontem,não…antes de ontem tomei banho…hoje nem escovei os dentes…comi uma fatia de pizza e tenho sentido uma vontade de comer chocolate as vezes meu cafe da manha é chocolate…
Não tenho vergonha de dizer que não tenho me cuidado…que não quero me cuidar…que eu que sempre andei de salto alto…hoje vou a qualquer lugar de chinelo….com qualquer calça com uma blusa qualquer…o cabelo sempre preso no coque tipo lavadeira…..
Só tenho saido de casa pra ir nos medicos..e fico ansiosa pra voltar…o mundo…tão grande…tão aberto…tão movimentado…estranhamente me sufoca…andar pela meu apartamento me sufoca…quando preciso ir a cozinha,vou apressada,assutada,rapido,sem olhar pra nada…as lembraças são muito fortes,preciso ficar quieta no  meu casulo..
.
Sei que logo,logo,precisarei enfrentar o mundo…e quando penso nisso fico com falta de ar…prometi a Vick que amanha iria com ela comprar algumas coisas que ela precisa entes de viajar pra o Brasil…prometi isso semana passada,que iria me preparar psicologicamente pra isso…confesso que estou apavorada em pensar que vou no shopping onde andei gravida…mas,sei que preciso ajudar a Vick….ela tambem precisa de mim…
Eu que antes amava a sessenção de liberdade…hoje meu coração disparava quando penso em voltar a vida….
O Quarto escuro

Hoje acordei com uma sensação de perda…uma sensação de culpa….não sei bem explicar…passei um dia pessimo e entre uma acordada e outra pra cuidar do bebe,só vim sair da cama quase as 4 da tarde…peguei algo pra comer e voltei pra cama…e essa sensação comigo o dia todo…agora são quase 11 da noite e eu hoje,como tem sido há de um mês,não fiz nada…..os dias estão passando rapidos e pesados…
Ontem foi um dia muito dificil…chorei varias vezes…ainda bem que tenho a Vick…que só me abraça e me deixa chorar…o Stuart fica inquieto,não sabe o que fazer…a psicologa nós falou que sempre que eu tiver essas crises é pra me deixarem chorar…chorar e chorar…não tem nada que possa ser feito…não tem como resolver  esse problema…minha dor não tem solução…
Ontem lembrei muitoas da minhas novas amigas do site e-family,amigas dessa dor…tenho falado com algumas que tambem sofrem com a perda de um dos gemeos…outras que perdram o filho pela mesma doença que o Ollie teve….e tantas outras que perderam os filhos…normalmente bebes…
Realmente é assutador entrar nesse mundo….nesse mundo onde todas tiveram perdas…perderam um filho…é um mundo escuro…mas,tem um lado tambem surpreedente como uma ajuda a outra…alguem mesmo sofrendo tem sempre algo pra nós dizer,pra tentar nos confortar…e é muito valido e nos faz bem pois de onde vem essa força é de um coração que sabe exatamente do que esta falando pois já perdeu um filho…não é teoria,nem frases feitas…mas,parte da realidade…das situações vividas…drasticamente e horrivelmente vividas…
Visito o site todos os dias…mas,na verdade não sei se isso é bom ou tem sido um obserssão…quase sempre me faz bem…mas,as vezes me faz mal,fico muito focada na morte,na dor,na perda…é estranho encontrar conforto quando descobrimos que não somos as unicas a sofrer por esse motivo…
Tem o outro site que se chama “perdi meu bebe” e que tambem sigo,quando acesso é como se eu entrasse em um quarto escuro onde la estivesse varias pessoas sofridas,contado suas dores…é um trabalho bonito da Cecylia,que tambem perdeu um bebe e tem usado o site pra ajudar pessoas como eu…mas,as vezes me angustia surfar pela net nesses lugares carregado de dores…como o meu blog…é aqui tambem ta carregado de dor…eu tenho sido pesada de carregar…sorry…
Ha pouco tempo meu mundo era o da moda…meus sites eram sobre roupas e tendencias,agora nada disso tem sido interessante…perdi o interesse por tudo…
Tenho varias assinaturas de revista de moda,estão todas ali,empilhadas,não consigo abrir…daqui ha pouco é tempo de voltar pra meu curso de fashion styling que tranquei durante a gravidez e não sei se vou conseguir continuar…
Não sei onde ta a porta da saida desse quarto escuro que estou..nem sei se tem porta,descobrir que muitas mães que perderam seus filhos nunca se recuperaram e seguiram sua vida….não sei de que parte da estatitisticas eu vou fazer parte…das que encontraram a porta,ou fizeram uma saida de emergencia furando um buraco na parede ou no teto,ou das que ficaram pra sempre no quarto escuro e se conformaram com a infelicidade…
I really dont know…
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Plugin dos mesmos criadores deBrindes :: More at PlulzWordpress Plugins