O menino Deus e a menina Rita


…Era quase meia-noite,eu acordei pra dar o leitinho pra o Chris e quando olhei pra o lado Ele estava ali…Deus…sentando no lado esquerdo da minha cama…nos olhamos por um instante e depois nos viramos para o berço do Chris,colocamos nosso queixo na grade  e ficamos ali parados em silencio olhando o Chris dormir…eu me sentia segura e ao mesmo tempo inquieta…pensando “poxa….como amo esses dois…como amo Deus….e apesar da minha ira….o amor que sinto por Ele lateja dentro de mim…mas,mesmo assim,a presença dele me incomodava…talvez por que o fato de ter falado,criticado,brigado com Ele no últimos meses tenha me deixada constrangida…ou talvez porque na verdade queria ainda gritar,falar,brigar com Ele,mas,me sentia tão fraca,frágil,sem força…apesar de minha cabeça está cheia de argumentos…nada que o convencesse,claro,mas,os argumentos gritavam no meu coração junto com o amor que sentia por Ele…

Ele me convidou pra dar uma volta…pensei…olhei pra Ele…olhei pra o Chis…e mesmo a presença Dele me incomodando eu queria esta com Ele..perto Dele…Dentro dele…escondida…e que a vida e nem a morte me arrancasse do seu coração…e principalmente que EU não ME arrancasse Dele…ou Ele de mim…
Fomos ao um parque perto  de casa,onde costumava ir com Stuart caminhar antes da gravidez…um lugar lindo onde tem uma passarela de madeira sobre a agua…muito verde….e muitos jacares…

Na entrada do parque Ele ofereceu a mão pra segurar a minha…eu fiquei olhando pra aquela mão…ela parecia tão grande….tão forte…acho até que eu cabia ali na palma da mão Dele…e por um momento pensei em pular naquela mão e dizer…”Socorro…me ajuda…me protege…me esconde…mas,eu não disse nada…fiquei ali parada observando as sensações que vinha ao meu coração ao ver a mão de Deus estirada esperando pela minha…era um  turbilhão de emoções desequilibradas…eu queria ao mesmo tempo me entregar a Ele e entrar “em juízo com Ele”…o único sentimento que não havia duvida,era o quando eu  o amava …e o quando Ele me amava…

Então finalmente peguei na mão Dele e disse”…Paizinho tu sabe como te amo,não sabe”?…Ele me olhou nos olhos e disse “você não precisa se preocupar com nada…me provar nada…eu sei tudo ao teu respeito..conheço o teu coração…” e continuou…mas,parece que sou eu que tenho que te provar muitas coisas…não é assim que estar na sua cabeça…? …não é essa angustia que lateja no teu coração…você quer saber o que se passa na minha cabeça,porque agora você tem medo dos meus planos…não é isso….?você quer que eu te mostre que você pode de novo se entregar e confiar em mim,porque você sente que não cumprir meu trato com você…não entreguei a você o que tinha prometido…você acha que sou ditador…o que você senti por mim agora se assemelha com o sentimento que você sentia do seu pai carnal…amor e medo…muito medo…é como você já disse alguns dias atrás…”Deus que era minha mãe se tornou meu pai”…você tem tantas perguntas,tantas criticas,tantos argumentos…mas,nesse momento nada do que eu te diga vai te fazer calar e entender…nada…eu te conheço…ah como conheço….você odeia não ter controle sobre as coisas…você odeia não ter controle sobre mim…pelo seu histórico familiar entendo que confiar em um pai é pedir demais pra você…por isso nosso relação sempre foi de mãe e filha…por que amor de mãe você conhece muito bem…Lembra do sorriso que sua mãe dava quando você vinha casa de ferias da escola?…lembra de um noite que você chegou de surpresa com seus amigos e ela abriu aquele sorriso ,tão lindo e tão raro? lembra que você pensou…”poxa…essa mulher me ama…como é bom me sentir amada”…sei que ,você lembra disse,deixei tantas lembranças guardadinhas ai dentro de você…aquele sorriso da sua mãe quando você chegava,era meu  Espírito,falando ao seu coração o quanto eu te amava….por isso nossa relação sempre foi tão forte e intima…e muitas pessoas foram testemunhas disso….talvez seja por isso que elas questionam sua atitude agora…elas não entendem que a nossa relação e intimidade te deixa segura pra ser você mesma e não ter medo de me perder…sua mãe nunca deixaria de te amar…eu jamais deixarei de te amar…mesmo que você me abandonasse e me tirasse definitivamente da sua vida…
Eu ouvia atentamente,meio constragida com meu comportamento…mas,ainda longe de me entregar…

Então em seguida começamos a andar pelo parque…era madrugada e tinha lua cheia…enquanto agente  caminhava de mãos dadas eu olhei pra Ele…”Como Ele era alto,forte,seguro,poderoso,ao mesmo tempo doce e gentil…”…e pensei…sou apaixonada por Ele…APAIXONADA.De repente um barulho vindo da agua mudou o foco do meu pensamento…era um jacaré se movimentando na agua…como jacaré é  feio…até pensei em perguntar por que Ele tinha feito um bicho tão feio…”mas, na minha lista de perguntas de prioridade essa seria a de numero 14.234.00..”.e não havia tempo pra isso agora…é como se eu não me permitisse relaxar,brincar,sorrir…é como se admirar a vida,conversar despreocupadamente fosse proibido…afinal como meu mundo desaba e eu possa estar interessada em perguntar a Deus,por que o jacaré é tão feio?….Talvez eu devesse ter perguntado..quebraria o gelo…riríamos juntos e a porta pra deixar o ar novo entrar no meu pulmão talvez fosse aberta…

Paramos ali no meio do caminho…de um lado a lua cheia…como meu rosto,redondo,redondo…e do outro o jacaré…olhamos juntos pra lua e depois nos viramos pra agua…
…Ficamos parados algum tempo…e Deus falou “… as 14.234.00 perguntas que você tem pra mim fazer,eu poderia te responder agora…exatamente agora…mas,você questionaria cada uma delas…arrumaria um argumento pra tentar me convencer pra cada resposta que não tivesse de acordo com o que você espera que eu faça na sua vida…por isso meu silencio…não que eu não tenha respostas,ou que elas não sejam  verdadeiras e melhores pra sua vida,mas,é que em seu coração eu estou mais pra esse Jacaré do que pra lua…você não confia no Jacaré…acha ele feio…e gostaria de poder mudar ele…mudar essa pele grossa colocando algo mais  leve…belo,aos seus olhos…por que pra você,seu ponto de vista é o que importa…e deveria ser real…que seus planos deveriam ser os meus planos…e não o contrario…por isso ainda continuo calado…
Você sempre achou que a Lua eu fiz inspirada no formato do seu rosto e não ao contrario…e talvez tenha sido e por que não?…essa menina sonhadora e fantasiosa é o que te faz tão especial.,mas,tão rebelde…

…Então minha “redondinha”carinha de lua cheia…quando seu coração amar da mesma forma o jacaré e a  lua,aceitando as coisas exatamente como eu fiz,sem querer mudar o que você não tem controle…a sua mão não vai mais ficar assim suada, fria, quando estiver sendo segurada pela minha…eu vou voltar a ser sua mãe…e mesmo quando a vida se apresentar na forma de jacaré,como já se apresentou muitas vezes pra você,você vai encarar como encara a lua…

Eu fiz o jacaré e a lua…tudo faz parte de mim…assim como você…e eu amo você,quando você se apresenta como jacaré ou como a lua…..mas,você só me aceita na sua vida se eu me apresentar como a lua…e nesse momento pra você eu sou um enorme jacaré….
E quando percebi já estávamos chegando no final do parque e fizemos o percurso de volta pra casa em silencio …e ali,do ponto que haviamos partido continuamos novamente… ficamos eu e Ele olhando o Chris dormir,com nosso queixo sobre a grade do berço…
Ele olhou pra mim e disse”Eu já estou pronto pra responder suas perguntas,mas,você ainda não estar pronta pra aceitar e viver feliz com minhas respostas…mas,meu Espírito vai trabalhar na sua alma e completaremos essa obra juntos…”

Ele então beijou o Chris,depois me abraçou forte…e eu pensei…”que saudade de você  mãe…mas,rapidamente afastei meu corpo,pois descansar e me entregar nos braços do meu Pai e Senhor ainda não era possível”….
Ele me olhou nos olhos antes de sair e disse
“EU TE AMO, MENINA CHAMADA RITA”
e eu respondi
EU TE AMO, MENINO CHAMADO DEUS”

email
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


Fatal error: Uncaught Exception: 12: REST API is deprecated for versions v2.1 and higher (12) thrown in /home1/vida/public_html/prasempreemuitotempo/wp-content/plugins/seo-facebook-comments/facebook/base_facebook.php on line 1273