O menino Deus e a menina Rita

…Era quase meia-noite,eu acordei pra dar o leitinho pra o Chris e quando olhei pra o lado Ele estava ali…Deus…sentando no lado esquerdo da minha cama…nos olhamos por um instante e depois nos viramos para o berço do Chris,colocamos nosso queixo na grade  e ficamos ali parados em silencio olhando o Chris dormir…eu me sentia segura e ao mesmo tempo inquieta…pensando “poxa….como amo esses dois…como amo Deus….e apesar da minha ira….o amor que sinto por Ele lateja dentro de mim…mas,mesmo assim,a presença dele me incomodava…talvez por que o fato de ter falado,criticado,brigado com Ele no últimos meses tenha me deixada constrangida…ou talvez porque na verdade queria ainda gritar,falar,brigar com Ele,mas,me sentia tão fraca,frágil,sem força…apesar de minha cabeça está cheia de argumentos…nada que o convencesse,claro,mas,os argumentos gritavam no meu coração junto com o amor que sentia por Ele…

Ele me convidou pra dar uma volta…pensei…olhei pra Ele…olhei pra o Chis…e mesmo a presença Dele me incomodando eu queria esta com Ele..perto Dele…Dentro dele…escondida…e que a vida e nem a morte me arrancasse do seu coração…e principalmente que EU não ME arrancasse Dele…ou Ele de mim… (mais…)
O grito

O grito
…Não quero ser  modelo,inspiração e exemplo de superação para outras mães,pelo contrario quero que as mães que perderam os filhos como eu,deixem cair as mascaras que a sociedade impõe que agente use,para parecermos fortes, cheia de fé e esperança nesses momentos trágicos…Perder um filho nos dar o direito de ser ridícula,fraca e ter medo do futuro…assim com nos dar o direito de comer uma barra de chocolate no lugar do almoço e outra no lugar  do jantar…me sinto muito bem com minha alma nua…sem posses…descabelada…louca…sem obrigação de cumpri um roteiro que a sociedade escreveu, e espera que mães dilaceradas com eu represente….já disse…SOU UM VULCÃO EM ERUPÇÃO….que come chocolate as 6 da manha sem culpa…e ao invés de agua, coca-cola… não espere de mim coerência nem bom senso…me deixe viver minha dor e minha loucura da minha forma…não dite o tempo,nem mostre o caminho que você não conhece…há única coisa que espero de você é que não espere nada de mim… mesmo assim ME AME INCONDICIONALMENTE….nesse momento de estranha loucura.
Perder um filho,não é como perder um emprego,ou ser abandonada pelo amor da sua vida…perder um filho não é como perder uma mãe,um pai,ou irmão,pois a vida vai seguir mesma apesar dessa perda…perder um filho é perder você mesmo….de forma definitiva…você nunca mais vai se encontrar…
Não peça pra eu seja forte,pra que eu tenha fé em Deus,não diga que ele sabe o que faz…não queira me ensinar como lidar com Deus nesse momento…a forma correta de lidar dar com Ele,é sendo verdadeira,abrindo meu coração irado e magoado,mas,sem nunca perder o respeito ou blasfema-lo,a forma correta o Espírito Santo me mostrará…há cura do meu luto somente o Espírito Santo de Deus poderá fazer…
Não impeça que eu chore quando eu quiser,a hora que eu quiser,da forma enlouquecida que eu quiser…nada do que você possa me dizer nesses momentos vai fazer efeito…então não diga nada….só diga “estou aqui e te amo”..não procure entender,e procurar respostas pra minha dor…você não achará…quando ela for dada vai ser dada diretamente do coração de  Deus ao meu coração,em uma linguagem que só quem perdeu um filho poderá entender…
Não tenha medo de falar o nome do meu filho ou de falar sobre ele…ele não é uma fantasia,um sonho ,ou um pesadelo…ele é real,como os outros filhos que tenho…ele só estar morando em outro lugar,em um lugar tão longe,mas,tão longe,que ainda não sei quantos dias,meses,anos vou ter que caminhar pra chegar nesse lugar…lugar esse que invejo… pois  o terá mais tempo do que eu tive…é isso mesmo…eu tenho inveja do céu onde ele mora agora,pois lá ele ficará uma eternidade…e no meu ventre ficou só 8 mesese aqui na terra 6 dias…ah como te invejo céu….tu é a grande morada de quem morava antes em meu ventre e eu pensei,planejei e sonhei que moraria também na minha casa…
Entendo que as vezes você se canse,da minha instabilidade,que você se canse de me ver falar quase sempre sobre a mesma coisa…entendo que você queria sair por ai comigo,rir,viver a vida um pouco,mas,espero que você entenda,agora não é sobre você é sobre mim….e assim como me dou o direito de viver de coca-cola e chocolate me permito ser egoísta e pensar só me mim,na forma que encontrei de sobreviver,sendo ela certa ou louca…
Não se constranja se eu quiser chorar…não fuja e não tenha medo…quando chegar o tempo de voltar a viver e continuar do ponto que parei…eu saberei….e voltarei…ou talvez jamais voltarei…simplesmente decida não voltar…por favor me ame mesmo se eu escolher estacionar…parar…e ficar pra sempre aqui…não condicione o seu amor ao meu desempenho na vida…
Há mães que passam 1,2,5,10, anos para recuperar da perda de um filho…..e há outras que passam a vida inteira sem nunca conseguir se reestabelecer…ainda não sei em que grupo estou…e tenho conhecido varias mães que estão em grupos diferentes,mas,há uma coisa em comum em cada  uma de nós…
o grito preso na garganta pelo direito de escolher a forma,o tempo de viver nosso luto…todas nós mães que perdemos os nossos filhos,gostaríamos que nos fosse dado o direito de viver isso da nossa forma…gostaríamos que os amigos,os familiares e muitas vezes os maridos paracem de nos pressionar pra seguirmos em frente,quando ainda não estamos preparadas ou simplesmente não querermos seguir…
Por favor…por amor…nos deixe viver  a nossa dor e nosso luto,não nos pressione…não nos cobre,não pense que você entende nossa dor…,até mesmo se você tiver perdido um filho,você pode sentir isso de forma diferente…então…me escute mundo…simplesmente nos AME…e deixe que o tempo e Deus cuide do resto…
Sendo verdadeiro,que seja agora Real….

Sendo verdadeiro,que seja agora Real….
Brasilia,08 de maio  2027

Pois é Cássia,encontrei com  seus filhos, Vick,Chris e o Oliver caminhando pelo parque da cidade ontem…Poxa…foi impossível não lembrar de você…o quanto você amava caminhar nas manhãs de domingo naquele parque no centro de Brasília,as vezes com a Paula,outras vezes pra tomar agua de coco com a Taninha…e  em outros momentos rolando na grama fazendo piquenique você,Vick,Herika e a Helenice…preciso dizer que me deu uma saudade de você minha linda…mas,deixei esses pensamentos nostálgicos de lado,pra acompanhar bem de perto a conversa da Vick com seus  irmãosinhos…A Vick ficou linda…que mulher…acho que esta com  30,32 anos…bem resolvida….esta realmente muito bem, hoje trabalha na empresa que ela sempre sonhou quando ainda morava com você la na Florida…no google lembra? e se  formou em marketing e publicidade…comprou um lindo apartamento,carro do ano quitado,bem humorada e além disso de  tudo esta noiva de um homem muito especial e tem Jesus com Senhor da sua vida….parece um sonho…um sonho…espera um pouco…preciso respirar..deu vontade de chorar….tudo que você sonhou minha linda pra ela ela parece ter conquistado…você é o grande amor da vida dela..como ela te ama…isso é lindo né Rita…lindo….lindo…

Então continuando…a Vick,estava passeando e rindo muito com seus irmãos gemeos ,caminhando entre o verde das arvores e a grama…conversando sobre tudo….e pude ver com os meninos cresceram..gente…um rapagões..altos..bonitos….com o corpo do pai e a cara e pele bronzeada da mãe..como você costumava dizer…issso é pra eles não se esquecerem das suas raízes lá do Piaui…rss…você sempre foi muito engraçada Ritinha..desculpa..desculpa…sei que você odeia quando te chamo assim…mas,adoro irritar você…e ver ate na sua irritação um sorriso…
Não sei se calculei bem,mas,acho que eles estão com uns 15,16 anos né…adoram o Brasil,como o pai…parece que pelo que entendi agora depois que terminarem o segundo grau aqui no Brasil vão fazer faculdade lá nos Estados Unidos…isso eu ouvir do Stuart…agora aposentado…tranquilo…vai ficar entre aqui e lá pra acompanhar essa nova etapa dos meninos….
O domingo parecia animado e feliz,mas,um dos meninos,não me lembro bem agora qual…pois era muita emoção…fez de novo aquela pergunta…A  Vick sempre abraça eles fortes antes da resposta e ela até achava que eles não voltariam a essa pergunta de novo…,mas,você sabe eles,sempre voltam…ora o Chris,ora o Ollie…

 

E lá mais uma vez a Vick foi explicar tudo…sentaram embaixo de uma árvore linda…vendo aquele céu que só Brasília tem….o Ollie colocou a cabeça na perna esquerda da Vick e o Chris na direita…e ficaram os três ali..sentados embaixo daquele  verde..enquanto a Vick contavam pra eles mais uma vez a historia e passava as mãos nos cabelos deles….Vick até lembrou nessa hora que você costumava dizer que Jesus gostava de passar as mãos nos seus cabelos assim…a Vick não te esquece e se orgulha muito de você…
…Ela sempre chora quando começa a falar,mas,sempre diz a eles do orgulho de te-la como mãe..e a Vick,que quando era criança,e ate em meados da adolecencia tinha pavor de falar em publico,hoje fala  bem como você…tem o dom da palavra…meu coração estava disparado…gosto de ouvir aquela historia de novo…apesar da saudades de você..Então  eu sentei do outro lado da árvore…onde podia ver os três…e participar daquele momento com eles…A Vick então começou…
…Bem,menininhos…num primeiro momento quando vocês nasceram Deus,disse a nossa “mammis”eu preciso de um de vocês dois…ou você ou o Ollie…minha mãe assustada,não entendeu…como precisa de um de nós dois pai? Ele respondeu…tenho uma missão…lembra que você me entregou sua vida Rita,consagrou seus três filhos a mim e me devolveu seu livre arbítrio?…sim paizinho…lembro e tudo que é meu é teu…,respondeu ela…Então filhinha,disse Deus,preciso levar pra morar comigo um de vocês…sua família são cinco…Stuart,Voce,Vick,Chris e Ollie…eu amo sua família…por isso escolhi ela pra uma missão muito especial..conheço vocês cinco..e sei que  é essa missão pode ser feita por você ou pelo Ollie….não que os outros não sejam capaz ou qualificados,mas,a cada um eu dei um dom e um talento diferente…Então,não quero mais ser acusado como você fez quando sua mãe morreu que eu era um ditador e tomava minhas decisões e não te consultava..então resolvi te consultar e te dar opção de mim da a sua vida ou a do Ollie,colocando em pratica seu direito de escolha,baseado no livre arbritrio que te dei…sinto muito minha filhinha…vai doer muito…mas,acredite em mim…é preciso…
….Então nossa mamis disse ….Paizinho acredito que o que tu tem em mente é o melhor pra nós,apesar de odiar isso,de odiar esse plano que vai separar minha familia…mas,se eu escolher ir com você,pra que o Ollie fique aqui na terra ,não será justo com a Vick e o Chris,eles podem acreditar que amo o Ollie mais que eles e crescerem com muitos traumas e problemas,essa solução não parece justa ao meu ver…eu não posso fazer isso…fazer dois sofrerem em sacrifício de um…ou salvar um com sacrifício de dois….Pai isso é demais…demais…Então nossa mãe chorou enlouquecidamente durante alguns dias…então Deus disse….se  você não pode decidi eu vou decidi por você…preciso decidi…então vou pelo meu plano original…Desculpa minha amada…me perdoa…e levou o Oliver…
…e Vick parou por um ,longo tempo…enquanto tentava controlar as lágrimas e esquecer aqueles dias terríveis que  viveram lá na Florida…o Ollie e Chris a abraçaram forte e os três choraram por um longo tempo…
…o rapaz que vendia sorvete então passou ali perto  e corri lá e comprei 3 sorvetes…você sabe eu sei dos sabores preferido de todos eles…chocolate,vanila e chocolate…então cheguei de mansinhos pra não assusta-los e  entreguei os sorvetes,apenas com um sorriso de cumplicidade….eles me olharam…pareciam que não entendia aquela minha presença ou de onde surgia aqueles sorvertes.mas,aceitaram…sorriram e agradeceram….e eu me afastei rapidamente…voltando pra meu cantinho onde podia ver-los e ouvi-los,sem que eles percebessem minha presença…
Então enquanto se deliciavam com os sorvetes a Vick continuou a conversa…
Bom…então no dia 06 de abril de 2011, Deus levou o Ollie…meninos não vou entrar nos detalhes desse dia..vocês sabem…bom com o passar dos dias…nossa mãe foi ficando cada vez mais depressiva,indo a muitos médicos,fazendo terapia,tomando muitos remédios e não encontrava sentido mais na vida…nossa mãe era do tipo que era feliz e sabia..gostava da vida,foi feliz mesmo diante de tantas coisas que ela teve que enfrentar…só deixou de ser feliz com a morte do Ollie…ela começou há perceber que não tinha saída,que tinha feito a opção de ficar por não achar justo comigo e o Chris,mas,percebeu que era impossível ser feliz sem o Ollie e que não parecia justo que ele não tivesse suas proprias oportunidades na vida…ela viu que os 38 anos que ela viveu ela foi feliz,sonhou,realizou,acreditou na vida e marcou o coração de muitas gente,amou e foi muito amada…mas,agora ela se via na metade da sua vida e não via chance de ser feliz…seu coração estava destruído…e que ela que já perdeu a mãe o o filho viu claramente que quando se perde uma mãe a vida continua,mesma que agente sinta muita falta…veja eu…fui pra faculdade,viajei o mundo,conheci lugares diferentes, pessoas e culturas diversas,e sou uma mulher de sucesso na vida,me considero feliz,mesmo diante da saudade que sinto dela…ela me disse que sofreu muito quando a mãe dela morreu,mas a vida dela seguiu,ela casou…teve 3 filhos lindos..mas,agora com a morte do filho,mesmo nos amando parecia impossível continuar…
…Então ela pensou… já fiz o que tinha que fazer na minha vida nesses 38 anos de idade….agora sinto que já não consigo avançar..mas,pra o Oliver ainda dar…ele vai crescer cheio de vida  e de alegria,o Oliver e o Chris seram dois homens de sucesso…então é melhor Deus me levar e deixar o Ollie…ele ainda poderá ser muito feliz..todos os meus filhos ainda terão chances de serem felizes…ela já não tinha…então ela reuniu Deus,eu,Chris e o Stuart…e expor o como ela se sentia e o que tinha em em mente…
Você Chris,parecia não entender nada..sugava aquela sua chupeta com um desespero….mas,olhava atentamente pra mamis,parecendo concordar com ela…o Stuart chorava muito e achava tudo uma loucura e não sabia que posição tomar…pois ele achava que ele que deveria morrer e mamis e o Ollie ficar,mas,Deus havia deixado a escolha entre mamis e Ollie…Eu…que tanto ouvia minha mãe contar a historia que um dia me arrancaram dos braços dela,agora estava vendo arrancarem minha mãe dos meu braços…foi horrível,mas,ver minha mãe morrer um pouco a cada dia pela falta do Oliver estava impossível de suportar…
…Não adiantava argumentar…minha mãe..tinha vivido os dois lados…o de perder uma mãe e de perder um filho…e mesmo depois da dor da perda da mãe ela ainda foi muito feliz…mas,agora ela sabia que não sobreveria sem o Ollie…
…E foi então assim que terminou o inicio da historia de vocês…Deus levou nossa mãe,devolveu o Oliver
…foi muito difícil,mas,nossa mãe estava tão feliz que não sentimos 10% da dor que ela sentia todos os dias pela morte do Oliver…
Nos anos seguintes eu fui pra faculdade em outra cidade,Stuart ficou alguns anos cuidando de vocês e depois veio morar em Brasília como tinha planejado com mamãe…depois ele casou,com um amiga de infância de nossa mãe,que nunca teve filhos e criou vocês como filhos…a “tia Mairam”e os criou muito bem….olha que meninos lindos,saudaveis,inteligentes e educados …um orgulho para todos nós…(Snakk…ouvir o estalar de um longo beijo dado pela Vick na bochecha deles)
..Sabe meninos…acrescentou Vick…eu pode ver os dois lados da historia..a vida da minha mãe sem o Oliver e a vida com o Oliver e sem minha mãe..sinto muito falta da mamãe,ainda mais agora que vou me casar e ela iria adora dar palpite em tudo e querer fazer tudo do jeito dela…,mas,prefiro ter no meu coração a imagem da minha mãe feliz e bem resolvida do que ter que vê-la se arrastando pela vida depois que perdeu o Ollie…
…Acho que a decisão foi sabia,apesar de dolorosa…e alem disso o mais lindo e importante foi que ela que andava revoltada e magoada com Deus,fez as pazes com ele,pois afinal Deus deu a ela o direito de escolha…não saqueou a vida dela brutalmente com tinha sido na ocasião da morte da mãe dela…nossa mãe morreu feliz…ela era muito feliz..é só vocês olharem as fotos dela..impossível achar uma que ela estivesse chorando ou triste….por isso la naquele jardim de rosas colombianas vermelhas que estão as cinzas dela,tem aquele poster dela tão grande,tão perua,tão sorridente e tão feliz…Aquilo representa exatamente a mãe que tivemos…feliz por natureza….
…Hoje entendo que quando ela decidiu ir com Deus,ele fez o melhor pra todos nós..se ela ficasse ela seria uma morta-viva….e o Oliver tem um linda vida pra construir pela frente…
…Perdemos nossa mãe sim…mas,não perdemos um filho…e minha mãe sempre me falou que com a dor de perder uma mãe se conseguia viver mas,a dor de perder o filho mata,mesmo que você continue viva … e eu a via morrer mesmo estando viva todos os dias depois daquele fatídico dia…
Agora aqui estamos nós,meus lindos “brodinhos” somos felizes apesar de tudo…vocês também são adolescentes felizes sem traumas e com uma ligação forte e intima com Jesus…pois ela sempre me dizia que a maior herança que ela iria deixar pra nós era  Jesus…e nós herdamos….somos herdeiros…sentimos falta dela,mas,sei que ela esta mais feliz lá do que estaria aqui….e que o Oliver tem um uma grande missão pra cumpri e muita felicidade pra viver,assim como o Chris…tenho certeza que ela tem orgulho de nós…
..Então o Oliver virou rapidamente e perguntou…”Espera ai não entendi…quem deu a vida por mim não foi Jesus?
…Sim…respondeu Vick
…mas,nessa historia parece que foi minha mãe…??
..Não meu lindinho…mamãe não deu a vida por você,ela não é santa e nem queria ser vista com salvadora…o salvador é Jesus…ela simplesmente participou de um processo de decisão de Deus pra nossas vidas…ela ficou muito feliz por ter tido a oportunidade de escolher…de usar o livre arbítrio de ter um pouco de controle sobre sua vida…ela ficou feliz por Deus ter incluindo ela no processo de decisão…e feliz tambem porque aquela imagem do Deus ditador que ele tinha quando ele levou a mãe dela e  você  já não existia mais…tinha se apagado…ficando a de um pai que discute nas reuniões de família o que é melhor pra todos e toma as decisões juntos…
..E agora o Chris levantou assustado e perguntou…mas,sis,se eu contar essa historia pra meus amigos eles não vão   achar que sou louco…que nada disso é real…?? não parece ter sentido o Oliver ter morrido e depois trocado de lugar com a mamãe??
…Vick,sorriu respirando profundamente e disse…sim..acho que vão achar que você é louco sim…
O Oliver então disse…e agora?…o que fazemos…???
Vick então olhou eles nos olhos e disse,não se preocupem com isso…o importante é vocês e o mundo entenderem a moral da historia…
…Então,pediu Vick.. Chris,Ollie digam aqui pra sua “sis” qual a moral dessa Historia?
 …E do outro lado da árvore,ouvir seus dois menininos falarem…juntos…meio que gritando….como em um coro…
“NADA É IMPOSSÍVEL PRA DEUS,ELE PODE MUDAR NOSSA HISTORIA NA HORA QUE ELE QUISER,DA FORMA QUE ELE QUISER…BASTA ELE QUERER”
….e a Vick olhou pra o céu mais uma vez e pensou em quantas vezes sua mãe já tinha dito essa frase pra ela…e o quanto  aquela menina-mãe chamada Rita,acreditava nisso…
…E desejava que aquilo,sendo VERDADEIRO…fosse REAL….

Nossa foto no dia que voces nasceram,mamis,stuei,Chris,Ollie e euzinha…01-04-2011

“NADA É IMPOSSÍVEL PRA DEUS,ELE PODE MUDAR NOSSA HISTORIA NA HORA QUE ELE QUISER,DA FORMA QUE ELE QUISER…BASTA ELE QUERER”

       …ahh…entendi….entendi….SENDO VERDADEIRO,QUE SEJA AGORA REAL…
SENDO VERDADEIRO,QUE SEJA AGORA REAL….
SENDO VERDADEIRO,QUE SEJA AGORA REAL….
SENDO VERDADEIRO,QUE SEJA AGORA REAL….
SENDO VERDADEIRO,QUE SEJA AGORA REAL….
SENDO VERDADEIRO,QUE SEJA AGORA REAL….
SENDO VERDADEIRO….
O espelho da alma

…Quando acordei,seguir para varanda na ponta do pé…queria ver de que cor estava o dia…havia prometido ao meu marido que hoje iríamos almoçar fora…de preferência em um restaurante brasileiro…já venho fugindo há dias…mas,hoje tinha resolvido fazer um programa de família,com ele e o Chris…
Olhei um bom tempo ….e parecia que o dia estava bonito…meu apartamento tem uma vista linda pra um lago e árvores…até lembra a vida…minha antiga vida…quer dizer…o lago estar seco..feio…como minha nova vida…mas,as árvores estão cheia de vida…verdes…como minha velha vida…Bom…então resolvi me trocar…afinal olhei pra um lado..olhei pra o outro….e não me sentia oprimida,angustiada..
Que  bom…um dia de folga..livre…livre como meus cabelos…livre de escova,livre de  tintura…livre de beleza…olhei rapidamente no espelho quando voltava da varanda e não me assustei…me reconheci…era eu…simplesmente eu….nua….enfrente ao espelho…meu rosto manchado…pele sem vida,olhos tristes,aparência cansada…nunca fui uma mulher bonita….mas,sempre fui uma mulher “vistosa”nunca passei despercebida,não pela minha beleza física,mas,sempre tive um brilho,algo que fazia mim senti bem comigo mesma….querer ser minha amiga,eu adorava ser eu…mas,ali diante daquele espelho eu descobria,conhecia um outro eu…era estranho ao mesmo tempo que era confortável me ver sem mascara…alem da tristeza no meus olhos ,eles estão amarelos…pois é a menina que se achava “a menina dos olhos de Deus agora estava amarela”…claro que a menina dos olhos de Deus não é amarelo…mas,eu sou…não a menina dos olhos dele, mas,amarela…continuei a me olhar através desse olhos amarelos na cor,mas,que ver tudo variando entre as cores cinzas e preto…hoje dias cinzas são dias onde a opressão e a angustia não chega cedo a minha casa e toma conta de mim…por isso quis antes de tudo ir la na sacada ver se elas estavam me esperando lá fora ..
È…realmente  já devo ter perdido uns 10 quilos nos últimos dois meses…meus seios não caíram…a barriga parece de uma gravida de 3 meses…as estrias parecem as mesma herdadas da gravidez da Vick,16 anos atrás…as celulite,não estão no meu corpo…meu corpo é uma pequena parte da celulite gigante que me tornei…mas,nada daquilo me entristecia ou me irritava…aquele corpo,gordo,deformado que o espelho via…era eu…assim que sou…achei interessante poder me ver de fora e saber que era assim que eu estava por dentro…olhei cada detalhe do meu corpo…parecia que estava me descobrindo…minhas unhas enormes…limpas,mas,horríveis…meus pés,ressecados…pernas sem firmeza,rosto cansado…opaco…
Fiquei pensando será se essa sempre fui eu e minha mascara caiu…ou é um temporário eu…ou um novo e definitivo eu…não sei…mas,o estranho era gostar do que eu via…de ver a verdade…de perceber que as manobras que sempre fiz pra parecer mais bonitas por fora,seja por higiene ou amor próprio não perturbava mais minha alma…eu estava confortável na minha pele de bicho do mato…porque esse de bicho do mato,mostrava realmente a fera feriada que eu sou…mortalmente ferida…
Então depois de confrontar o espelho e ficar em paz com ele,resolvi colocar meu vestido cinza,para meu domingo cinza,sair com meu marido que agora também é cinza,pra almoçar algo cinza,pra sustentar esse corpo cinza na  minha jornada preta…
Fizemos uma parada antes do restaurante pra pegar meus óculos de grau na loja e enquanto esperava uma moça simpática e muito,muito gorda,mas,aparentemente feliz consigo mesma, olhou pra mim sorriu e disse..”você parece tão cansada…tão triste”….eu fiz menção de abrir a boca e contar minha historia triste,mas,simplesmente olhei pra o lado…pra o espelho que estava sobre a mesa e percebi que  até  que estou confortável com meu novo eu ,sem vida e triste,gosto de “ser ou estar” assim,mas,ver que o mundo também começa a me ver assim é assustador…oprimiu minha alma e angustiou ainda mais o meu viver,perceber que a menina chamada Rita,já não tem brilho,nem plumas e paetes,nem nas roupas e nem na alma eque  o mundo lá fora começou a perceber isso…
…E provando que tudo que sou e sinto agora é instável , incerto e confuso,a opressão e a angustia tomaram conta do resto do meu dia,sem levar em consideração as 40mg de prozac,que meu dia que pensei que seria cinza tinha ficado novamente  preto…
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Plugin dos mesmos criadores deBrindes :: More at PlulzWordpress Plugins