Amor da minha vida…

Amor da minha vida…
Jesus…estava querendo falar contigo…não sei bem o que quero te dizer…acho que na verdade nem quero falar nada…só ficar aqui pertinho de ti..lado a lado…tu pode segurar minha mão..e fica calado..só aperta forte…agente pode começar a andar por ai,pelas ruas…agora são 3 da manhã e acho que ninguém vai sentir minha falta se sairmos agora…podemos aproveitar que Chris acabou de mamar…ai voltamos antes da próxima mamada…
Mas,não quero falar muito…até quero…talvez não quero ouvir muito…não quero ouvir tua versão…ou ouvir tu falar do teu amor por mim…dos teus planos…por favor não fala nada…só pega na minha mão e vamos andando…andando…você pode também me abraçar…agente pode andar abraçados…assim me sinto segura…apesar de tu saber que nada tem me feito sentir segura…não me julga Jesus…não pense que não te amo,não te respeito…tu sabe…eu sei que tu sabe que desde de criança te amo…mal te conhecia quando era criança e já te amava tanto,que lembra que algumas vezes chorei só por que teu amor era tão forte dentro de mim que eu chorava…nas missas das crianças,onde eu sempre lia as leituras lembra?…é eu adorava me exibir..só por que sabia ler bem…um dos dons que tu me deu…o da palavra….da leitura clara e empolgada…o dom de motivar e levantar as pessoas…..tu lembra?sei que lembra…tu lembra também Jesus de um dia quando eu e Merces minha irmã,aquela que era  magricelinha e hoje ta gordinha..rsss…estávamos la do lado de fora da nossa casa,na Praça Frei Henrique Cavalcanti, numero 89,Paulistana …la no Piaui…eu e ela la fora duas menininhas que te amavam muito…eu falei…”eu me sinto tão amada por Jesus,parece que só existe eu e ele no mundo”….ela virou pra mim e disse…”eu não sinto isso não”…rsss….é eu sempre fui pretenciosa…sempre quis ser tua menina preferida…eu tinha tanto ciumes de ti…não gostava quando as outras meninas diziam que te amavam…e não gostava de saber que tu amava elas…sabe com é…como o pai que eu tinha em casa,só brigava com minha mãe  e nos humilhava,me sentir amada e protegida por tu era a única coisa que eu tinha…por isso me agarrei a tu dessa forma…e te queria só pra mim…agora que tu ta me abraçando e passando a mãos nos meu cabelos me lembrei que uma vez tu me falou em sonho que gostava do meus cabelos com cachos e não lisos…entendo foi assim que tu fez eles,.cacheados…o formol separou meu cabelo do teu plano pra mim…agora me veio a cabeça uma coisa louca, quais outros tipos de formais eu tenho usado na minha vida pra mudar o teu plano inicial pra minha vida?certamente muitos…certamente já usei varias formas de formois pra mudar teus planos originais pra minha vida……agora fiquei ainda mais insegura…me sentindo livre demais…e com mais consequencias pra administrar….
Então me abraca mais apertado Jesus,não me deixa ser independente e livre…estou tão carente…tão carente de tu,pois com estou magoada contigo não tenho recebido esse aconchego,pois tenho procurado te ignorar..fugir de ti…ainda nao estou preparada pra o grande encontro entre o o Pai,o Filho e o Espírito Santo…ainda não…e tu sabe que não…obrigada por respeitar meu ritmo e meu tempo…
Por falar em fugir lembrei do quanto eu gostava de bebe pra fugir e ter coragem na vida…acho que também por uma herança maldita do meu pai,cresci vendo ele bebe,então se ele que era pai bebia,minha cabeça de menina achava que era certo,afinal eu achava que os pais sabiam de tudo,que eram assim como tu perfeito…mas,não eram…descobrir depois..muito depois…então lembro que muitas vezes mesmo depois de ter bebido,quando eu voltava pra casa,normalmente quando eu já morava sozinha,eu sentia um vazio imenso….e tu lembra Jesusinho quantas vezes falei…”Jesus deixa eu colocar a minha cabeça no teu colo,passa a mão nos meus cabelo,eu bebi…estou infeliz e perdida…mas,nada disso apaga o amor que tenho por ti”…tu lembra Jesus?…nossa relação sempre foi assim…de amigos de verdade…seu amor sempre incondicional…e eu sempre te amei sem vergonha de me expor e de me mostrar pra tu quem eu era,mesmo sabendo que eu estava vivendo longe do teus propósitos pra minha vida vida e que muitas vezes era um ser horrível…era não…continua sendo….acho que piorei nos últimos dois meses…
Tantos anos se passaram…tantas historias nos temos juntos Jesus…mas,tu sabe que essa ultima historia que estamos vivendo agora tem sido a de maior desafio…por favor..não fala nada..não quero falar sobre isso…vira aqui pra mim….segura na minhas mãos..olha nos meu olhos…assim…fica assim …quero olhar bem nos teus olhos…agora te abraçar bem forte..forte mesmos…demorado……ah com te amo Jesus…tu é o amor da minha vida…não precisa dizer nada…eu sei que sou o amor também da tua vida…só não estou preparada pra ouvir você falar…desculpa…agora tenho que ir…o meu lindo Chris precisa de mim pra se alimentar…assim como sou o teu bebe Jesus e preciso que tu me alimente..ele é o meu bebe e precisa e confia em mim…
ah…só mais uma coisa…perdoa minha rebeldia…é que antes de começar a meu processo de cura,preciso tirar as feridas,o câncer e a podridão de dor que estão dentro de mim…
Te amo…fala pra Deus e para o Espírito Santo nao ficarem enciumados pois amo muitoooo eles também…e qualquer madrugada dessa vamos nos encontrar pra uma conversa de pai pra filha…mas,haja coração pra esse confronto santo…aja coração…
beijo grande…

Love you

Para Betty com carinho…

Minha amada amiga Betty,que tem deixado quase sempre comentários carinhosos e de força nas minhas portagem me deixou esse que  chamou especialmente minha atenção
Cassia,

 

Chega. Coloque um basta e reaja.Procure um tratamento medico se for preciso.Mas reaja. Pra tudo se tem solução na vida. Então busque a solução.
Respeite sua DOR*, mas não a alimente, por que ela crescera e tomara conta da sua vida como esta acontecendo..Só voltarei a te escrever quando vc querer viver.
Fique com DEUS e não se isole no seu mundo de dor…neste mundo existem milhões de pessoas em situcaoes lastimáveis..

Fique com DEUS..e que tudo de certo pra vc…isto e o desejo de sua família e seus amigos.

Betty

Entendo e respeito perfeitamente a intenção dela e te tantas outras pessoas que me falam exatamente esse tipo de coisas,sei que todos falam por amor,mas,nenhuma pessoa que passou por isso que tenha perdido um filho, me aconselha assim,tenho tido contando com dezenas de meninas que estão sofrendo o mesmo que eu…e talvez só nos sabemos que infelizmente  essa situação não funciona assim…não é a força de vontade que me fará voltar a vida..
Você me conhece Betty,somos amigas e estivemos juntas em momentos felizes,onde esbanjamos saúde e felicidade e até curtimos sua bariguinha de gravida….você e todos que me conhecem sabem como sempre fui optimista e dei a volta por cima  e destrui tantas pedras que apareceram no meu caminho nesses 38 anos de vida…mas,agora não são pedras,são montanhas e não poderei quebrar,tenho duas opções,escalar, e ela é altíssima e perigosa,ou  dar a volta  ao redor dessa montanha,para não enfrenta-la e fugir a minha vida inteira….e você sabe..sou do tipo que escala,mas,agora não tenho força pra isso…estou sentada na beira da montanha vivendo minha dor….e tentando encontrar uma forma de escalar,pois sei que vou cair e voltar ao chão muitas vezes…acredite ainda não é tempo,posso despencar por falta de preparo e nunca mais me levantar…
Você me aconselha a procurar ajudar medica…poxa minha linda se eu procurar mais ajuda medica do que tenho,eles vão ter que me internar…em um sanatório….veja :
  1. Tenho indo semanalmente a DOIS psiquiatras diferentes
  2. Uma Vez por semana vou a uma psicóloga
  3. Uma vez por semana faço com minha família  Grief therapy (terapia do luto)com uma equipe de terapeuta especializada em famílias que perdem filhos  de até 5 anos de idade,
  4. Estou tomando 3 tipos de antidepressivos,1 remédio para crise de ansiedade e 1 calmante
  5. Tenho vários pastores e pessoas orando por mim…e vários amigos que assim como você também tem intercedido a Deusa meu favor…
Alem disso participo de um grupo de mulheres que perderam seus filhos,ainda bebes,com eu,lá entendemos extamente o que a outra sente e dividimos nossas dores e ajudamos uma as outras a viver um dia de cada vez,pois sabemos que o processo é longo e doloroso…
Não estou parada,estou buscando tratamento psicológico,físico e espiritual….mas,só o tempo nos trará as respostas e as curas que busco agora….ninguém mais que eu deseja voltar a vida e superar esse capitulo e começar a escrever outro….acreditem…
Pois è  Betty linda…acho que ajuda tenho buscado pois quero sim,voltar a viver,nunca,nunca e em nenhum momento pensei em deixar de viver…não tenho tendência para o suicídio…realmente essa nunca foi uma opção na minha cabeça,nem por um segundo…primeiro sei que só Deus pode tirar minha vida e depois jamais deixaria meus filhos sozinhos nesse mundo levando com eles a dor que tenho levado pela morte da minha mãe e agora do meu filho….vou proteger meus filhos sempre das dores que a vida me deu…sempre que estever ao meu alcance,pois sei que as decisões de Deus pertencem a ele…e quanto a isso apreendi com muita lágrimas que nada posso fazer..Ele decidi..Ele comanda…
Então minha amiga e tantas outras que pensam como você,me recuperar não é um passo de magica….não se passaram nem 2 meses do acontecido e sei que ainda vai levar muito pra me recuperar e confesso que não estou com pressa,apesar de estar cansada de ser infeliz,sei que preciso viver esse luto…no mais profundo,da forma que minha alma deseja,ou como disse  minha psicóloga,se eu não viver esse luto,ele vai voltar la na frente,quando eu estiver achando que superei vou desmoronar de novo…então vou viver tudo isso o tempo que for necessário pra mim…minha terapeuta disse esses dias que tem certeza que vou me recuperar,pois ela já viu e tratou muitas pessoas como eu,e depois de um tempo elas voltaram a vida….6 meses…1 anos…2 anos…depende de cada um…mas,ela me disse que quando se perde um marido,uma mãe,um pai,irmão…um dia superamos e a vida segue…ate casamos de novo,mas,a perda de um filho é  a unica que sempre vai ficar ali…não via passar…o que precisamos é aprender a “funcionar” voltar a vida mesmo com esse buraco….
Lamento que você já tenha se cansado da minhas dores e reclamacoes e que não vai mais me escrever, só quando eu melhorar…gostaria de melhorar amanha..alias..hoje agora…mas,minha amiga ainda não dar…você sabe eu sou um tipo verdadeiro,intenso…não vou fingir que superei,que esta tudo bem,se não estar…decidir que nesse processo,eu que sempre estive pra meus amigos,ajudando eles em momentos dificies,aconselhando,incentivando,não farei um bom tempo nada por ninguém,não tenho vergonha de ser egoísta e dizer “nesse momento é sobre mim,minha dor” eu que preciso de você,de ajuda,da sua tolerância e compreenção..talvez se todos lessem um pouco sobre a terapia de luto,sobre a perda de um filho como afeta uma vida,não me pressionaria a chegar em um lugar que ainda não posso chegar…
Entendo que tudo que vocês fazem é por amor e achando que estão me ajudando,mas,ao invez de me ajudaremr vocês,fazem meu coração disparar e me mostram quanto fraca eu sou….
Então minha querida amiga,mãe da Julie,digo a você o que tenho dito a tantos outros amigos…
DO SEU AMONÃO DESISTA DE MIM…EU PRECISO DO SEU AMOR E DA SUA PACIÊNCIA,NOS MEUS ALTOS E BAIXO MOMENTOS…

 

Aqui no aniversário da Lisa,Você,Lisa,eu,Mabel,Cláudia e Joelma

Tenho certeza que um dia vamos novamente juntas,estampar esse BIG sorriso nos nossos rostos…sorrisos vindo da alma…..como foi nessa noite….

O trio fatal

…Eu odeio a  companhia de vocês….a presença de vocês me sufoca e é impossível não chorar…odeio suas mãos segurando o meu pescoço,com tanta força que minha respiração quase para…odeio vocês terem feito morada dentro do meu peito…começaram apertando,depois  feriu meu coração e as vezes   vocês colocam vinagre e limão nesse corte que sangra…eu  imploro….se vocês ainda não conseguem me deixar,pelo mesmo me der um tempo,minha alma estar cansada de tanta dor…já estamos doente…nós três…o corpo,a alma e o coração…não quero que sua presença vire um câncer e termine de me matar…por isso preciso de uma trégua…vocês não faz parte de mim,da minha essência,mesmo apesar de estar em mim e ter o comando da minha vida e  minhas ações em suas mãos…as vezes quando começo a respirar,penso que por um instante vocês me deixaram,mas,logo  percebo que vocês agora correm nas minhas veias e dominam meu corpo,fazendo ele ficar gelado e tremer…em outras ocasiões vocês se alojam na minha mente e fico confuso e cansada e não consigo coordenar meus pensamentos…
Sei que vocês podem me matar,pois já tenho experiência com esse trio diabólico,sei que um dos fatores que levou minha mãe a morte foi a companhia de vocês durante muitos anos,a presença forte e inseparável foi um veneno diário na vida dela…e agora eu mesma tenha tomado doses diária desse veneno e as vezes até desce como se fosse agua…e esse é o pior estagio quando o corpo se acostuma com o veneno…
Sei que vocês não foram convidados a invadir minha vida,vocês vieram como conseguencia da tragédia que minha vida foi tomada…então me digam,por favor me digam,como faço pra vocês saírem,partirem,me deixarem??? eu estou cansada,exausta de ter vocês dentro de mim 24 horas por dia…preciso achar uma saída….preciso tirar da minha vida essa escuridão…ou vocês vão me matar lentamente,vou ter uma overdose desses sentimentos destrutivos…
Cheguei a minha exaustão….chorar tem levado o pouquinho da energia que tenho em certos momentos do dia…por favor…me digam como me livrar ,me curar ou simplesmente fugir…não posso  mais deixar vocês crescerem e criarem raizes dentro do meu coração …não  posso mais carregar dentro de mim os inimigos da  minha vida…A RAIVA, A DOR E A GRANDE TRISTEZA….

Riscos necessarios

…E os dias vão seguindo…fomos  a terapia do luto e gosto muito de ir lá….a terapeuta é muito boa,acho que finalmente achei um psicóloga que eu me sinto verdadeiramente a vontade…O bom é que a Vick também esta fazendo,só que ela faz separada de nós..pra que ela fique mais vontade e possa se abrir….sabe a Vick herdou poucas coisas de mim e certamente gostar de se abrir e falar de sentimentos e emoções não foi uma delas…Sabemos que nosso processo de recuperação é longo e cada um de nós tem um tempo e uma recuperação diferente…espero que com tantos remédios e com tanta terapia logo eu posso esta pelo menos “funcionando” já que voltar a viver deve demorar mais…
Por falar em funcionar acho que hoje até funcionei bem…fui ao salãoo com Vick fazer a sobrancelha dela,ai decidi fazer a minha pois estava parecendo um bicho…é estranho por que quando a moça começou a fazer sentir falta de ar…queria levantar da cadeira e sair correndo,mas,respirei fundo e aguentei até o fim…logo depois quando voltamos pra casa o Stuart estava nos esperando pra irmos comprar um carrinho pra o Chris,que estava vestido com uma roupinha vermelha linda,agora outro desafio,voltar na loja que passei 8 meses indo comprar o enxoval deles….respirei fundo e fui pratica e rápida nas escolhas(normalmente gosto de curtir e pensar muito na hora de comprar) e rapidamente saímos da loja… ufa…bom  vencido esse desafio,a Vick me propôs outro,irmos jantar fora…sair pra comer…ver gente…e até sorrir..me angustia…mas,a Vick e Stuart mereciam uma pausa nisso tudo…há dias que ele me convida pra ir em um restaurante  brasileiro que tanto gostava de ir na gravidez,mas,nao estou pronta pra volta la e ouvir as pessoas perguntarem pelo outro bebe…isso vai ser inevitável e sei que durante algumas ocasiões da minha vida terei que enfrentar essa pergunta…acho que vou fazer um cartaozinho com a resposta,ai só entrego pra pessoa  e viro as costas…vai ser bom pra mim e pra ela…
         ..Loucura..loucura..loucura…não importa,nunca fui alguém que a sociedade considerasse “normal.”…
Bom jantamos em um restaurante italiano,ate conseguir tomar uma taça de vinho…sei…sei que não é bom afinal estou tomando remédios e mais remédios…mas,quis relaxar e esquecer por alguns minutos que a ultima vez que estive lá foi com minhas amigas pra jantar e celebrar minha gravidez e o nascimento da filha da Bethy… eu era feliz…e sabia…sempre soube que eu era feliz…o que eu não sabia era que minha felicidade corria riscos….
Bom sabendo agora que corro muitos risco na vida,percebi que correr aquele de sair e jantar fora,não foi tão difícil assim…apesar de todo tempo estar com falta de ar e que com diz no livro “A cabana” a grande tristeza estava durante todo tempo comigo…ela tem sido minha companheira…meu inimigo inseparável…foi bom sair com minha família e começar a ensaiar uma volta a vida…
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Plugin dos mesmos criadores deBrindes :: More at PlulzWordpress Plugins